quarta-feira, 22 de maio de 2013

Sorry But I Still Love You - Capitulo 8

Alguém saiu do quarto, pude ver que era a mãe de (SeuNome), quando eu ia entrar para vê-la Miley entrou primeiro me deixando sozinha com aquela mulher no corredor.

Jennifer: Não esperava ver você por aqui Demetria!
Demi: Ela sofreu um acidente, o minimo que eu posso fazer é vê-la!
Jennifer: Pelo menos você ainda tem um coração.
Demi: Só estou aqui por causa da Isa! -menti-
Jennifer: Então eu retiro o que eu disse, você não tem mais um coração, pelo visto se tornou uma pessoa fria!
Demi: Eu ainda tenho um coração, só não quero usar com ela e eu agradeceria se você parasse de me dizer essas coisas. -ficamos em silêncio até ela quebra-lo -
Jennifer: Contou à Isa do acidente?
Demi: Ainda não, preciso ter informações concretas do estado de (SeuNome) pra poder contar alguma coisa pra ela!

Novamente o silêncio reinou entre nós e nem eu e nem ela ousamos em quebra-lo. Como a vida muda drasticamente, tempos atrás eu era uma garota que se apaixonou pela novata do colégip, agora eu sou uma mulher divorciada sentada em um corredor de hospital com a ex sogra que quase sempre me odiou.

~Flash Back~

Demi: Eu não quero descer (SeuNome)!
Voce: E por que não hein?
Demi: Porque seus pais estão em casa!
Voce: Tem algo contra eles?
Demi: Não.
Voce: Então não vejo motivos pra você não entrar!
Demi: Mas...
Voce: Mas o que?
Demi: Mas é que não sou eu que tem algo contra eles, são eles que tem algo contra mim...
Voce: Para de ser boba Demi!
Demi: (SeuApelido) você sabe que sua mãe não gosta de mim...
Voce: Ela te disse alguma coisa?
Demi: Não.
Você: Qual é Demi, sei que você está mentindo!
Demi: Pediu para eu me afastar e disse que não sou boa o suficiente pra você, o pior é que eu acho que ela tem razão! -disse abaixando a cabeça, tentando não manter contado visual com os olhos da garota a minha frente que tanto me hipnotizam-
Voce: Ei... olha pra mim... -me recusei a olha-la, mas logo senti seu toque em meu rosto me direcionando à ela, ela me beijou de leve os lábios col todo o carinho possível- Você é mais que o suficiente pra mim, não ligue pro que minha mãe diz, eu amo você e é isso que importa! -sussurrei um "Eu também te amo" e ela me beijou novamente- Agora você vai entrar comigo e fingir que nada aconteceu, ok? -eu assenti- Então vamos! -ela travou meu carro e adentramos a grande e bonita casa a nossa frente de mãos dadas-
Demi: Vou logo avisando que se sua nãe me falar qualquer coisa semelhante com aquilo eu não vou ficar quieta como na última vez!
Voce: Ok amor, mas pra evitar qualquer discução a gente sobe direto pro meu quarto, está bem? -assenti e adentramos a casa, ninguém na sala eles devem estar no quarto deles, ótimo, assim não preciso ver minha 'querida' sogra, subimos direto pro quarto dela-
Demi: Sabe de uma coisa? - perguntei enquanto deitava em sua cama-
Voce: Do que? -ela disse se deitando por cima de mim-
Demi: Toda vez que estou aqui você só me traz pro seu quarto!
Voce: É porque você fica bem melhor deitada sobre a minha cama e de preferência nua! -ficamos nos olhando por alguns segundos e depois caímos na gargalhada-
Demi: Para de ser safada garota!
Voce: Meio impossível com você por baixo de mim!
Demi: Se é só isso, não é mais problema! -empurrei ela com cuidado para o meu lado- Pronto!
Voce: Sem graça!
Demi: Quando você fica por cima de mil você fica animadinha demais, então eu já vou contar seu barato!
Voce: Pelo menos você vai dormir aqui comigo né?
Demi: Vou se você não ficar me tarando.
Voce: Não vou te tarar, 'cê' tá bravinha hoje e eu não vou tentar nada que você não queira-
Demi: Ótimo porque eu só quero dormir! -peguei um pijama dela e me troquei, ela apenas tirou a calça que vestia e ficando assim de camiseta e calçinha, deitei em sua cama, me virei pro lado e fechei os olhos, ela trancou a porta, me cobriu com duas cobertas, apagou a luz, depois se juntou à mim me abraçando e dando um leve beijo no meu pescoço-
Voce: Boa noite Dems!
Demi: Boa noite amor! -me aconcheguei ainda mais em seu corpo e por fim, adormeci.

~Flash Back~

Depois de longos minutos Miley saiu do quarto, aproveitei para vê-la e assim que entrei tinha um médico anotando coisas em uma prancheta, esperei ele terminar o que estava fazendo e finalmente pude perguntar o que eu tanto queria.

Demi: Como ela está?
Doutor: Desculpe, mas você tem algum vínculo familiar com a paciente? Não posso dar informações sem antes saber quem você é...
Demi: Sou ex esposa, mas então, como ela está?
Doutor: Bom, o caso dela é estavel mas continua sendo grave, ela quebrou um braço e algumas costelas, passou por um cirurgia para retirar uns pedaços de estilhaços que se alojaram perto do abdomem, ainda a riscos de hemorragia interna e insuficiência respiratória caso ela não melhorar, agora ela está sobre efeito de medicamentos e não irá acordar tão cedo. Com licença, tenho que ver mais pacientes! -ele se retirou do quarto e me deixou sozinha com ela-

Me aproximei dela e me sentei em uma poltrona que se encontrava perto da maca e a observei. Ela estava horrível, (SeuNome) sempre foi uma mulher muito linda e atraente, mas agora está com vários ematomas e alguns aparelhos ligados ao corpo, ela não aparece nem um pouco com a mulher que um dia já fui apaixoda.

(...)

Dianna: Como ela está? -ela perguntou assim que fechei a porta-
Demi: O caso dela é estavel mas ainda não deixou de ser grave...
Dianna: O que o médico te disse?
Demi: Disse que ela pode ter uma hemorragia interna e se não melhorar pode apresentar insuficiência respiratória.
Dianna: E você está bem com tudo isso?
Demi: Sim, estou! -menti-
Dianna: Demi... senta aqui. -ela disse apontando pro lugar ao seu lado, logo eu me sentei- Eu te conheço muito bem querida, não precisa fingir que não se importa com ela! -me deitei no sofá, apoiando minha cabeça no colo de minha mãe, já com uma imensa vontade de chorar-
Demi: Eu quero vê-la bem novamente mamãe! Foi horrível ter que ver ela numa maca toda machucada , ela sempre foi linda mas ela tava horrível com aqueles aparelhos ligados ao corpo. -disse já chorando-
Dianna: Ei, vai ficar tudo bem filha, (SeuNome) é uma mulher forte e além do mais ela já passou por isso.
Demi: Mas da última vez não foi tão grave...
Dianna: Da outra vez ela se recuperou e desta vez não vai ser diferente.
Demi: Assim espero! -fiquei longos minutos chorando no colo da minha mãe, pensando na hipótese de perde-la de vez- Mãe ?
Dianna: O que foi querida?
Demi: Não sei direito mas acho que ainda sinto alguma coisa por ela!

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Mais uma vez desculpe a demora pra postar mas deu um problema na empresa que iria instalar net aqui em casa e vai demorar um pouco, então eu continuo sem net :/  Espero que gostem do cap, obrigada por todos os comentários, VOCÊS SÃO DEMAIS!

E visitem.... (Estou postando pelo celular então caso os links nao funcionarem me avisem que assim que eu entrar pelo computador eu arrumo)

justddlovatoimagine.blogspot.com

loveofdemis.blogspot.com

imagineslovaticsdademi.blogspot.com

9 comentários:

  1. Perfeito *---* , ela ainda sente algo?! *o* omg... HAPPY

    ResponderExcluir
  2. Meu deus, quero mais pf pf :33
    E eu to ali em baixo hahahahahaha sua linda :33

    ResponderExcluir
  3. Perfeito vc Escreve bem demais garota perfeita <3

    ResponderExcluir
  4. awn q lindo a Demi ainda senti algu por mim,espero q a gente volte :)

    ResponderExcluir
  5. Comecei a ler ontem, e, meu Deus! Esse imagine é simplesmente PERFEITO OMG. Estou tão ansiosa para o próximo capítulo, posta logo u.u (sei que é muita pressão, que é chato ficar lendo as pessoas comentarem "posta mais", que você tem coisas mais importantes para fazer e etc, mas quero ler mais, é viciante)

    ResponderExcluir
  6. quero minha demi de voltaaaaa, aaah q perfeito amor, finalmente a dems admitiu q ainda sente algo por mim

    ResponderExcluir
  7. Adorei o capitulo!
    Posta logo.

    Bjs :)

    ResponderExcluir
  8. Entra no seu hotmail gata, te mandei um negócio =)

    ResponderExcluir
  9. muito bom ta sendo o melhor imagine que ja li

    ResponderExcluir

Me faça feliz!